seja romania seja

alver di session jantar bilioso comida pro gozo rima a rima nervótica comida erótica barriga enfática prosa corrosiva Zurique 1916 não é para presente ou para deus cambiando para vermelho uma caixa para paz narcótico algo mais “ pegue um jornal pegue uma tesoura escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar ao seu poema recorte o artigo recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo mete-as num saco agite suavemente tire em seguida cada pedaço um após o outro copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas de você e ei-lo um escritor original e de sensibilidade graciosa ainda que incompreendido pelo público . “ EWIGE WIEDERKUNFT!!!! uma fotografia de Tristan Tzara não é uma vulva aberta não é uma maçaneta na tua goela não é uma carrapeta na tua cabeça não seja um cara de meia idade seja seja seja até virar um velhinho e aí volte a ser criança !!!

2 comentários:

fulano de tal disse...

noite sangra nas esquinas que
não vejo
os vultos entram e saem
dos pequenos becos de quebradas
caladas
nomes perdendo a identidade
na poeira batizada pelo vício
sumindo de si
tão rápido quanto a fumaça q sobe da pedra na lata amassada
são mártiris da fossa viva a céu aberto
como cortes na alma
chagas que não sinto
doem apenas na medícridade de nossa piedade plástica ou na me´dícridade de nosso senso estético
a inocência amaldiçoada vai ressecando a baforadas contínuas
naquilo q os mantém
mais um dia em pé
mais uma vitória de mais um nínguém
q ninguém quer ver
as idades não fazem sentido
em nossos parametros
12 anos ,3 homissideos,2 passagens e incontáveis assaltos
marcas da história q não se quer contar
marcas do presente q ninguém quer comprar

Bela disse...

Amém!